Nós recebemos uma grande missão…

“Como uma condecoração, ou como um distintivo de elevada honra, assim é a crítica sincera, objetiva e justa, para aquele que a sabe aceitar. Como a frescura da neve no auge dos calores do Verão, assim é aquele que cumpre fielmente a sua missão para com quem o mandou”. (Provérbios 25.7,8)

 

Gostei muito desses provérbios, principalmente nessa versão. Como militar, aprendi o valor de um distintivo ou de uma condecoração, por aquilo que representam. Para quem não conhece seu significado, aquele item pode parecer só mais um “acessório” na farda, mas simboliza para quem o possui a dedicação, a perseverança, a coragem e vários outros atributos.

É o reconhecimento de que o esforço ou mesmo o sacrifício vale a pena! Para quem os identifica em um colega, o respeito, a consideração e a admiração por tais conquistas são as reações habituais. Quais distintivos e condecorações podem ser vistos em nossas vidas? Que tipo de exemplo temos dado para as pessoas, quais qualidades que nossas condutas têm demonstrado?

O amor, a alegria, a paz, a paciência, a bondade, a delicadeza no trato com os outros, a fidelidade, a brandura e o domínio de si próprio são algumas das insígnias que todo cristão deveria usar. Quais posturas e atitudes têm faltado em nosso fardamento? Demonstrar que somos de Cristo significa andar de modo digno de nossa vocação, expressando no dia a dia as qualidades de caráter que vimos em Jesus!

Quanto à importância da missão, uma frase que a resume é: “Missão dada, missão cumprida!” Isto porque, uma vez recebida uma atribuição, empenhar-se com todo o zelo e muita persistência em realiza-la é a única atitude que se espera do bom soldado. Cumprir corretamente a missão é questão de honra! Pois bem, o Senhor Jesus já nos deu uma incumbência de confiança: Sermos seus embaixadores, levando sua mensagem e atos de amor aos nossos semelhantes, em todos os lugares e em todas as ocasiões.

Cristo nos deu o exemplo, como um verdadeiro líder, e então nos enviou a fazer o mesmo que Ele fez, dando continuidade ao Evangelho, as boas novas de salvação e resgate da humanidade. Podemos ficar indiferentes diante disto? É possível, mas não é justo. Nosso Comandante nos ordenou: “Ide e pregai”.

Ele investiu tudo em nós – com o sacrifício de sua própria vida. Ele nos deu todos os recursos necessários – com o seu Espírito Santo vivendo entre nós e dentro de nós. Ele nos providenciou até mesmo as maiores condecorações – nosso galardão, reservado nos céus. Ele tem uma expectativa excelente e uma confiança tão grande em seus discípulos, a ponto de nos dar a missão mais importante da face da Terra! O que diremos a Ele? “Eis-me, aqui, Senhor” – seria a resposta adequada a quem nos resgatou e nos deu uma nova vida!

Se tivermos dúvidas quanto ao que precisamos fazer, podemos sempre rever as diretrizes que nos foram deixadas por escrito em Sua Palavra e também consultá-lo em oração sincera. Ele nos esclarecerá tudo! E, havendo compreendido o que o nosso grande Comandante espera de nós, que façamos o melhor para realizar o nosso ministério como soldados fiéis.

Fé na missão!

Abraços, paz seja com todos.

Pr. Bruno Paiva

Publicado em Sociedade | Deixe um comentário